O que é estridor

Os principais tipos de ruídos respiratórios que a criança pode apresentar são:

 

- Ronco: som grave que ocorre quando a respiração é parcialmente obstruída.

- Estridor: som mais agudo provocado pelo estreitamento da passagem do ar pela laringe/traquéia.

- Sibilo: som agudo contínuo provocado pelo bloqueio parcial das vias aéreas inferiores (traqueia e pulmões).

 

Qualquer ruído respiratório nunca é normal. O ruído significa que existe algum tipo de estreitamento/bloqueio da passagem do ar pela via aérea. Através de suas características, o médico pode identificar sua possível origem. Nos casos de laringomalácia, o estridor é um dos sinais mais frequentes.

Ruídos Respiratórios Estridor

Principais causas de estridor na infância:

 

- Causas infecciosas: laringotraqueíte viral (crupe), laringite /traqueíte bacteriana e epiglotite/supraglotite.

- Causas congênitas: laringomalácia, paralisia de cordas vocais, estenose subglótica, membrana laríngea, hemangioma subglótico, cistos.

 

A laringomalácia é a principal alteração congênita da laringe e a principal causa de estridor na infância (50-75%). Apesar disso, é importante que o diagnóstico seja estabelecido pelo médico especialista. Toda criança que tem estridor deve ser avaliada pelo médico otorrinolaringologista.

Otorrinolaringologia (ORL): é uma especialidade médica com características clínicas e cirúrgicas. Estuda e trata as doenças da orelha, nariz, seios paranasais, faringe e laringe.

Todo conteúdo que disponibilizamos é meramente informativo. O diagnóstico e a condução do tratamento só devem ser feitos pelo seu médico. Textos e comentários não substituem a consulta médica.  Se você acha que o bebê está com problemas para respirar, chame o SAMU ou procure o pronto atendimento.