Qual o tratamento da Laringomalácia

De acordo com os sintomas que a criança apresenta, a laringomalácia pode ser considerada:

 

Leve: apresenta apenas o estridor;

Moderada: tosse, engasgos, regurgitação, dificuldade para alimentação;

Grave: apnéia, cianose, dificuldade de ganho pondero-estatural, hipertensão pulmonar, cor pulmonale.

A classificação pelo quadro clínico é o que determina a conduta/tratamento. De acordo com os sintomas que a criança apresenta, a laringomalácia pode ser considerada leve, moderada ou grave.

O que é LM Azul 02.jpg

Existem duas formas de tratamento:

 

Tratamento clínico: realizado através do uso de medicamentos que tenham o intuito de diminuir a inflamação das estruturas supraglóticas e geralmente é indicado para os leves e moderados.

 

Tratamento cirúrgico: realizado através de procedimento sob anestesia e geralmente indicado para casos graves.

Nos casos leves e moderados, onde não há indicação cirúrgica, o principal tratamento indicado é o tratamento da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). O refluxo gastroesofágico é a doença mais frequentemente associada com a laringomalácia. 

A indicação do tratamento, seja clínico ou cirúrgico, deverá ser feita pelo médico otorrinolaringologista.

Todo conteúdo que disponibilizamos é meramente informativo. O diagnóstico e a condução do tratamento só devem ser feitos pelo seu médico. Textos e comentários não substituem a consulta médica.  Se você acha que o bebê está com problemas para respirar, chame o SAMU ou procure o pronto atendimento.